Star Food

Boa erva, para seus problemas digestivos

Boa erva, para seus problemas digestivos

A erva boa é uma planta nativa da Europa, Ásia e África. É semelhante à hortelã tanto na aparência quanto no sabor e no aroma, mas mais suave. Por isso é usado na gastronomia de todo o mundo.

A boa erva é da família das menta, por isso tem usos, aplicações e características físicas semelhantes. O nome científico é Mentha sativa e pertence à família Labiatae. A boa erva tem qualidades terapêuticas como sedativa, tônica digestiva, estimulante, carminativa, analgésica.

Os brotos e folhas jovens são aqueles que contêm ingredientes ativos e, portanto, são benéficos para a saúde. Eles devem ser usados ​​frescos para conter todas as substâncias benéficas.

Esta boa erva é útil para tratar condições como diarreia, cólicas infantis, alivia a tensão nervosa, azia, dor de estômago, problemas digestivos, melhora a função da vesícula biliar, ajuda com inflamação do fígado, gases.

Além da tontura, elimine parasitas intestinais, queimaduras, inflamações oculares, dores de cabeça, cãibras musculares, constipação.

Para aproveitar os benefícios desta planta medicinal, podemos preparar uma infusão com 30 gramas de folhas frescas para cada litro de água. Deve-se deixar ferver por alguns minutos, depois de descansar pode ser bebido. Podemos tomar esta bebida 2 ou 3 vezes ao dia após as refeições.

Também é possível fazer compressas com boas ervas misturadas com azeite de oliva, é eficaz para aliviar dores e inflamações no corpo assim como pequenas queimaduras. A grande vantagem desta erva é que é muito fácil de encontrar em qualquer fitoterapeuta ou podemos cultivá-la em casa.

Esta planta medicinal pode ser combinada com outras ervas para melhorar a resolução de certos sintomas ou condições, se fizermos isso no chá.

Esta planta não é tóxica mas contém mentol e esta substância está contra-indicada para uso em crianças com menos de 5 anos de idade, também em algumas pessoas o óleo essencial desta planta pode causar uma reacção alérgica mas não muito grave.

Não existem efeitos adversos relevantes para esta planta, mas é sempre aconselhável consultar um médico antes de começar a usar uma boa erva como remédio caseiro.

• O óleo essencial também tem um efeito relaxante e relaxante no cérebro, ajudando a aliviar o estresse e melhorar a concentração. É também um repelente de insetos aplicado na pele.

COMO PREPARAR A INFUSÃO

Adicione uma xícara de água fervente a 2 colheres de chá de hortelã. Deixe repousar 10 minutos e beba.

COMO PREPARAR A TINTURA

Coloque 200 gramas de hortelã em uma jarra e adicione um litro de álcool 70%. Agite bem e deixe repousar 7 dias, em frasco tampado, mexendo uma vez ao dia. filtrar e armazenar em frasco protegido da luz, por no máximo um ano.

COMO PREPARAR O CATAPLASMA

Esmague as folhas de hortelã fresca e aplique.

COMO FAZER AS INALAÇÕES

Adicione um jarro de água fervente a 2 colheres de sopa de folhas e inale com uma toalha sobre a cabeça, tomando cuidado para não se queimar.


Vídeo: Você Vai Jogar O OMEPRAZOL no Lixo Com Essa Planta! (Agosto 2021).