NOTÍCIA

Decisão histórica condena Apple e Samsung pela obsolescência planejada

Decisão histórica condena Apple e Samsung pela obsolescência planejada

Esta é a primeira frase do mundo que condena o obsolescência planejada e protege os consumidores "forçados" pelos gigantes da tecnologia a trocar de computador para acompanhar o software.

O Fiador do Consumidor italiano multou a Apple em 10 milhões de euros e a Samsung em 5 milhões por impor atualizações de software aos usuários que atrasaram ou comprometeram o funcionamento dos smartphones. Cupertino recebeu uma dupla sanção também por não ter comunicado corretamente aos consumidores o desgaste de suas baterias de lítio. Esta é a primeira condenação do mundo à obsolescência planejada.

“Como resultado de duas investigações complexas, explica a Autoridade Antitruste em nota, a AGCM verificou que as empresas do grupo Apple e do grupo Samsung cometeram práticas comerciais desleais em violação dos artigos 20, 21, 22 e 24 do Código, em conexão com o lançamento de certas atualizações de firmware de telefones celulares que causaram sérios problemas de funcionamento e reduziram significativamente o desempenho, acelerando o processo de substituição, conduzindo os consumidores por meio de solicitações insistentes de download e também pela assimetria de informações existentes em relação aos fabricantes, para instalar atualizações em dispositivos que não podem fornecer suporte adequado, sem fornecer informações adequadas ou qualquer meio para restaurar a funcionalidade original dos produtos ".

Em particular, a Samsung foi considerada culpada de ter “proposto persistentemente, desde maio de 2016, aos consumidores que haviam adquirido um Note 4 (lançado em setembro de 2014) para proceder com a instalação do novo firmware Android chamado Marshmallow preparado para o novo modelo. Nota 7, sem relatar falhas graves devido a maiores tensões de hardware e exigir um alto custo de reparo para reparos fora da garantia relacionados a tais falhas.

No entanto, quanto à Apple, a AGCM afirma que “iria propor persistentemente, a partir de setembro de 2016, aos proprietários de vários modelos de iPhone 6 (6 / 6Plus e 6s / 6sPlus, respectivamente, lançados no outono de 2014 e 2015 ), de instalar o novo sistema operacional iOS 10 desenvolvido para o novo iPhone7, sem relatar as demandas crescentes de energia do novo sistema operacional e os possíveis inconvenientes, como paradas repentinas, que tal instalação poderia ter causado. Para limitar tais problemas, a Apple lançou uma nova atualização (iOS 10.2.1) em fevereiro de 2017, porém, sem avisar que sua instalação poderia ter reduzido a velocidade de resposta e a funcionalidade dos aparelhos ”.

Artigo original (em italiano)


Vídeo: APPLE tem que pagar MULTA bilionária a samsung e grandes empresas FUGINDO da China (Setembro 2021).