NOTÍCIA

A humanidade terá esgotado todos os recursos renováveis ​​de 2018 amanhã

A humanidade terá esgotado todos os recursos renováveis ​​de 2018 amanhã


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

1º de agosto é a “data em que teremos usado todas as árvores, a água, o solo fértil e os peixes que a Terra pode nos fornecer em um ano”. Infelizmente, esse esgotamento de recursos coincide com a celebração da Pachamama por muitos povos indígenas da América.

No dia 1º de agosto, a humanidade terá consumido todos os recursos que a natureza pode renovar em um ano e viverá "em dívida" por cinco meses, segundo a ONG Global Footprint Network.

O dia 1º de agosto é a “data em que teremos aproveitado todas as árvores, água, solo fértil e peixes que a Terra pode nos fornecer em um ano”, explicou Valérie Gramond, do WWF, vinculado à Global Footprint Network, que Ele lembrou que essa data chega cada vez mais cedo

“Também teremos emitido mais dióxido de carbono do que as florestas podem absorver”, acrescentou Gramond.

"Atualmente, seria necessário o equivalente a 1,7 planetas da Terra para atender às nossas necessidades", enfatizou o WWF em um comunicado.

1º de agosto é a primeira data registrada desde que o "Dia da Sobrecapacidade da Terra" começou a ser contado no início dos anos 1970 Então, os recursos se esgotaram no dia 29 de dezembro, enquanto no ano passado essa data já havia sido antecipada até 3 de agosto.

Desde então, “o esgotamento dos recursos se acelerou devido ao consumo excessivo e ao desperdício de alimentos”, explica Gramond, que lembra que, no mundo, um terço dos alimentos acaba no lixo.

Esse desperdício de recursos naturais varia de país para país. “Temos responsabilidades diferentes, já que pequenos países escassamente povoados como Qatar ou Luxemburgo têm uma pegada ecológica muito importante”, criticou Pierre Cannet, do WWF.

Se toda a humanidade vivesse como os catarenses ou os luxemburgueses, o "Dia do Excesso de Capacidade da Terra" seria nos dias 9 e 19 de fevereiro, respectivamente. Em contraste, em um país como o Vietnã, essa data não ocorre até 21 de dezembro.

“Temos que passar de um grito de alarme a um apelo à ação”, defendeu Pierre Cannet, que está preocupado com o aumento das emissões de CO2 no ano passado, após três anos em que se mantiveram estáveis.

No site da"Dia do excesso de capacidade da Terra",Várias soluções são propostas para reverter a tendência atual: repensar o modelo de cidade, impulsionar as energias renováveis, reduzir o desperdício de alimentos e o consumo excessivo de carne e limitar o crescimento populacional.

Todos podem calcular sua pegada ecológica nesta página.

Com informações de:

http://www.24horas.cl


Vídeo: Geopolítica com Igor Fuser - Prof. Dr. Luiz Marques, do Departamento de História da Unicamp (Pode 2022).