NOTÍCIA

Como transformar esterco de galinha em composto orgânico

Como transformar esterco de galinha em composto orgânico

Até não muito tempo atrás, os produtores colombianos descartavam o esterco de galinha porque não o consideravam útil para as lavouras. Aos poucos eles perceberam que poderia ser um bom composto, observando como as plantas e ervas daninhas cresciam nos locais onde depositavam o esterco de galinha.

Hoje, o esterco de galinha tornou-se um fertilizante de alto valor nutritivo e com bom preço no mercado. Na Colômbia, são produzidas cerca de 59.000 toneladas de esterco de galinha por dia, como resultado da deposição de 380 milhões de frangos e 24 milhões de poedeiras. Vamos calcular que cada frango produz 150 gramas de estrume enquanto uma galinha poedeira produz 100 gramas.

O valor de um dia de produção pode ultrapassar 1.500 milhões de pesos, já que cada tonelada desidratada é vendida entre 75.000 e 80.000 pesos, dependendo do grau de umidade.

Como funciona o estrume de galinha

O esterco de galinha ou esterco de galinha é aquele que vem da criação de galinhas para a produção de ovos. É valorizado como fertilizante com alto teor de nutrientes para o solo como nitrogênio, fósforo e potássio. Esse fertilizante é ainda mais concentrado em nutrientes do que o esterco de vaca.

Porém, para ser aproveitado ao máximo, deve ser balanceado e controlado a partir da alimentação que as aves recebem. Parte do segredo é que o esterco de frango deve ser seco à sombra, além de já existirem alguns produtos no mercado que podem ser adicionados para acelerar a fermentação

O esterco de galinha melhora as características físicas do solo, é utilizado na fertilização de uma ampla variedade de culturas: flores, gramíneas, leguminosas, bananas, batatas, sorgo, café, cana-de-açúcar e árvores frutíferas, entre outras.

No entanto, foram encontradas outras utilizações para o mesmo: misturado com casca de cacau, constitui uma nova alternativa para a alimentação de gado especializado na produção de leite.

Isso tem sido recomendado por técnicos do Instituto Colombiano Agropecuario (ICA), em estudos sobre o valor nutricional desses subprodutos considerados descartáveis ​​no passado.

É ainda utilizada na alimentação, misturada com água e limão, aos jovens de cachama, tilápia e mojarra vermelha.

Vantagens do esterco de galinha

Entre algumas das vantagens do esterco de galinha em relação aos fertilizantes de origem química estão: uma melhor troca e assimilação com a cultura, suaviza e enriquece os solos duros e favorece a retenção do calor na terra por mais tempo.

Porém, apesar dos preços atrativos como fertilizantes, os avicultores citados em estudo da Federação Nacional dos Avicultores (Fenavi) indicaram que por se tratar de um negócio independente do avícola não se desenvolveu e por ser um negócio informal não existe padronização oficial.


Resultados

De acordo com experimentos, excelentes rendimentos foram obtidos nas lavouras de milho e cana-de-açúcar.

No caso da batata pastusa, já foi possível chegar a cinquenta toneladas por hectare. Sem esse fertilizante, apenas médias de trinta e 35 toneladas são alcançadas.

E um detalhe muito importante é a redução de custos, que varia entre 30 e 35 por cento.

Seus benefícios foram comprovados em diferentes culturas, solos e climas: café, nas Gran Caldas; pastagens, sorgo, soja, algodão e árvores frutíferas em Tolima e Meta; pastagens, batatas e árvores frutíferas em Boyacá; pastagens, batatas, legumes, árvores frutíferas e flores em Cundinamarca.

Com informações de:


Vídeo: Compostagem orgânica (Agosto 2021).