TEMAS

Poço artesiano: o que é e para que se destina

Poço artesiano: o que é e para que se destina

Pode acontecer de ouvir sobre poço artesiano e de poço freático mas qual é a diferença? Aposto que não muitos perguntam, até porque devo admitir que para compreender é necessário subir a um nível bastante técnico. Sem fingir que somos especialistas, sem mesmo querer substituir os que trabalham com eles, vamos tentar contar como são feitos esses poços, quais são suas características e para que servem.

Para começar a ter uma idéia do que estamos falando, podemos dizer que o lençol freático é, em certo sentido, o clássico grande diâmetro bem coberto de pedra ou com anéis de concreto sobrepostos. E a poço artesiano? Tem um diâmetro muito menor e deve ser escavado com um broca. Do ponto de vista hidrogeológico não é a maneira perfeita de defini-los, mas vamos começar com essas duas definições para entender que estamos diante de dois tipos diferentes de poços que não devem ser confundidos.

Poço artesiano: o que é

Neste artigo, queremos dar mais espaço para eixo com diâmetro menor, para o artesiano. Portanto, vamos defini-lo como um poço em que a água flui naturalmente, sem o auxílio de meios mecânicos como bombas submersas. Magia? Não, de forma alguma, preferindo dizer astúcia humana, no sentido positivo do termo. Os poços assim definidos retiram água de um estrato chamado artesiana do qual eles então tomam seu nome. É constituído por uma camada de água colocada em profundidade e neste caso o escoamento da água é consequência da pressão exercida sobre a água pelas duas camadas impermeáveis ​​que delimitam o próprio aquífero, acima e abaixo.

Poço artesiano: para que serve

Agora que vimos que não há mágica por trás do poço artesiano, vamos ver como ele é usado. Vimos que há casos em que a água é capaz de subir sozinha, pelo menos até atingir a chamada linha piezométrica, ou seja, o ponto em que a pressão da água é zero. É aqui que os poços artesianos onde estão entram em ação poços de diâmetro modesto mas que perfuram a parte superior do aquífero para fazer a água subir, até o nível estático do próprio aquífero.

Eles praticamente ajudam a água a percorrer "a última milha" para permitir que ela jorra para o solo. Tudo é calculado, tudo deve ser calculado de vez em quando também porque o água subindo é condicionado pela pressão no lençol freático. Funciona assim: a água sobe à superfície com mais facilidade se a pressão for alta.

Poço artesiano e poço freático

Vamos voltar à diferença entre poço artesiano e lençol freático corrigindo o que dissemos no início, apenas para começar a mostrar que são dois poços diferentes. Nós os ilustramos com foco em seu diâmetro, mas este não é o elemento distintivo, nem os métodos de construção e a profundidade da perfuração. A verdadeira diferença entre os dois poços em questão reside nas características do aquífero interceptado.

Vamos ver como funciona, não é tão difícil quanto pode parecer. Quando você vai "pescar" a água que circula entre duas camadas impermeáveis ​​do solo, falamos de poço artesianopor outro lado, quando existe um aqüífero no qual existem rochas porosas e a água circula de maneira uniforme pelo solo, então o poço é decididamente freático.

O diâmetro, e as outras características listadas acima, são meras consequências desta distinção. Mas agora podemos dizer o que queremos dizer quando falamos sobre poço de grande ou pequeno diâmetro. No primeiro caso, trata-se de poços que não ultrapassam os 10-20 metros de profundidade e são utilizados para captação de aqüíferos superficiais. Os poços de pequeno diâmetro, os artesianos, podem descer até mais de 100 metros apenas para chegar ao aqüífero onde está localizada a água.

Poço artesiano faça você mesmo

Não é nada trivial construir um poço artesiano sozinho, é necessário um equipamento especial, mas acima de tudo é necessário conhecer as técnicas e características específicas que deve ter dependendo de onde o queremos fazer.

Vamos ver de forma ampla como devemos proceder. Em primeiro lugar, você deve fazer um teste de perfuração para localizar o lençol freático, cavando com uma furadeira que faz um pequeno furo. Quando o ar começa a subir à superfície, vem também com um material sólido que é muito útil para avaliar a estratigrafia e escolher o equipamento específico para fazer o poço.

Normalmente é usada uma máquina de perfuração equipada com um cinzel dentado que também pode perfurar rochas. Conforme você escava, é bombeado lama de bentonita retirado de um tanque cavado no solo que, subindo à superfície, evita que as paredes do poço cedam. Quando a escavação chega ao campo, um cano é inserido no buraco, para completar a obra, de um lado a cascalho silicioso no interespaço entre as paredes do furo e do tubo, por outro lado, na superfície, é colocado cimento para evitar que o esgoto superficial penetre no poço. Última operação: purgar o poço extraindo o lama de bentonita para então inserir a bomba elétrica submersível com seu tubo de entrega.

Poço artesiano: preço

Você não pode estimar o custo de fazer um poço artesiano a priori sem conhecer a composição do solo, os materiais e a profundidade da escavação a realizar. O preço também pode variar de empresa para empresa e de área para área. Vamos tentar fazer algumas estimativas especificando que são apenas indicativas e não pretendem ser uma pesquisa de mercado.

Um poço raso pode custar-lhe de 2 mil a 3 mil euros, se a terra não cria problemas e nem a burocracia. As coisas podem ficar complicadas e os preços podem subir, se for necessário cavar até uma determinada profundidade para chegar ao aqüífero útil, ou se o solo em que você opera for particularmente rochoso. Para se ter uma ideia dos preços, nos piores casos um poço artesiano também pode ter um custo de perfuração de 90 euros por metro.

Se você gostou deste artigo continue me seguindo também no Twitter, Facebook, Google+


Vídeo: POÇO ARTESIANO MOTO BOMBA (Setembro 2021).